VIII ARTIGO: ESPÍRITO SANTO

baf8249367913663a7d0ae5a835ad328

Este artigo nos ensina acerca da Terceira Pessoa da Santíssima Trindade: “Creio no Espírito Santo”. As verdades reveladas sobre o Espírito Santo já foram tratados em outro texto (aqui é possível ler um aprofundamento sobre a doutrina católica da Terceira Pessoa de Deus).

O Símbolo niceno-constantinopolitano: “Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho e adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas”. É Deus, portanto: Continuar lendo

Anúncios

VII ARTIGO: PARUSIA

dies irae

Este artigo afirma que Nosso Senhor, que subiu aos Céus, de lá “há de vir a julgar os vivos e mortos”. Cremos que o mesmo Jesus Cristo, que subiu aos Céus e está à direita de Deus, virá novamente, dessa vez em glória e manifestamente (diferente de sua primeira vinda, como escravo e escondido), a fim de julgar todos os homens. Essa segunda vinda de Cristo chama-se Parusia.:

Porque, como o relâmpago parte do oriente e ilumina até o ocidente, assim será a volta do Filho do Homem. Onde houver um cadáver, aí se ajuntarão os abutres (Mt 24,28).

Continuar lendo

VI ARTIGO: SUBIDA AOS CÉUS E GLORIFICAÇÃO

Obereschach_Pfarrkirche_Fresko_Fugel_Christi_Himmelfahrt_crop

Após afirmar a Fé na Ressurreição de Nosso Senhor, a Igreja professa a Sua gloriosa Ascensão: “Subiu aos Céus; está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso”. Mas ela não se deu imediatamente após Seu surgimento dos infernos. Nosso Senhor passou ainda 40 dias antes de ascender para a direita do Pai. Continuar lendo

V ARTIGO: DESCIDA AOS INFERNOS E RESSURREIÇÃO

13692260_1081604871923364_1671488423_o

A morte em Cristo foi, como em nós, a separação do Seu Corpo de Sua Alma. Como Sua Pessoa, que é divina, realmente assumiu a natureza humana, Ela sempre esteve unida substancialmente ao Seu Corpo e à Sua Alma, mesmo na morte. Ou seja, a divindade estava substancialmente presente junto ao Corpo no sepulcro e à Alma no inferno.

Então diz o Símbolo: “Desceu aos infernos (mansão dos mortos); ressuscitou ao terceiro dia”. Continuar lendo

IV ARTIGO: REDENÇÃO

13563133_1463223313703775_745219627_n

Neste artigo, afirma o Símbolo: “[Cristo] padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado”. A Redenção Vicária é o mistério pelo qual Nosso Senhor Jesus Cristo, oferecendo-Se em Sacrifício expiatório, dá a Deus toda satisfação condigna pelos pecados.

Sacrifício é a destruição de algo (ou, para os racionais, humilhação de si e rebaixamento da vontade – oblação) oferecido a Deus a fim de reconhecer Seu Senhorio sobre tudo. É o culto perfeito a Deus. Continuar lendo