A EXIGÊNCIA DE TRADITIONIS CUSTODES

dom-rifan-e-papa-francisco

No último dia 16 de julho, o mundo católico ficou novamente perplexo como não ficava há 37 anos quando Dom Lefebvre publicou sua carta aberta.

No dia litúrgico da comemoração de Nossa Senhora do Carmo, padroeira da cidade do Recife, Francisco publicou um motu proprio que retroage a questão da Missa à situação que estava antes do motu proprio Ecclesia Dei de João Paulo II em 1988 (curiosamente todos esses acontecimentos ocorreram no mês de julho, inclusive o motu proprio Summorum Pontificum de Bento XVI). Continuar lendo

DO PECADO

tumblr_oaqmtlIj3s1qzix81o1_1280

O pecado é uma violação voluntária e livre da ordem estabelecida por Deus. Por isso mesmo, o pecado é uma desobediência a Deus, ou seja, uma ofensa a Ele, porque o homem prefere sua própria vontade à vontade divina, violando assim o direito imprescindível que Ele tem a nossa submissão: o pecado é, pois, um ato contra a justiça [1].

Para o pecado formal se requerem três condições: Continuar lendo

OS LIMITES DO OCEANO CÓSMICO

1289679659714.

Uma das coisas de que tomei consciência, quando comecei a pensar sobre as provas da existência de Deus, é que o universo não é uma substância, nem um invólucro que guarde as substâncias. Universo é um termo relativo, e remete aos universais: a espécie e o gênero. O que chamamos de universo, portanto, a criação, não tem unidade, nem forma definida, é tão-somente o conjunto acidental de todas as substâncias existentes. Inclusive, se alguma substância não tem, entre seus acidentes, o lugar e a posição, ainda assim, é parte do Universo ou da criação. Os anjos são partes da criação.

Continuar lendo

A FORMAÇÃO DO CORPO DE ADÃO

creation_of_adam_meermano_nl

Diz a profissão de fé do Papa Pelágio I (Fides Pelagii) enviada a Childeberto I, rei dos francos:

Todos os homens, em efeito, desde Adão até a consumação do tempo, nascidos e mortos com o mesmo Adão e sua mulher, que não nasceram de outros pais, senão que um foi criado da terra e outra da costela do varão… (D 228a).

Isso permite duas interpretações:

Continuar lendo