Rito Gregoriano

A Igreja tem seis grandes famílias rituais, que podem se classificar genericamente em oriental e ocidental (os ritos ocidentais perfazem muitos outros latinos e não latinos):

  1. Rito Romano
  2. Rito Bizantino
  3. Rito Caldeu (Siríaco Oriental)
  4. Rito Antioqueno (Siríaco Ocidental)
  5. Rito Alexandrino
  6. Rito Armênio

O Rito Gregoriano é um rito latino católico com origem no Apóstolo São Pedro, primeiro Bispo de Roma. Foi sempre celebrado nesta Igreja, por isso é também conhecido como Rito Romano.

Seu núcleo, o Canon da Missa, foi concluído durante o pontificado de São Gregório Magno (século VI), donde lhe vem o nome.

Depois do Concílio de Trento (século XVI), o Papa São Pio V codificou o Missal, fazendo uma reforma nas cerimônias da Missa. Por conta disso, passou a ser conhecido popularmente como “Rito Tridentino” ou “Rito de São Pio V”, dando a falsa impressão de ser um rito recente.

As últimas modificações foram feitas em 1960, sendo editadas no Missal em 1962; esse é o motivo pelo qual recebeu o nome de “Missa de 62”.

Busquemos, pois, haurir toda a riqueza deste antiquíssimo tesouro que santifica a Igreja desde seu exórdio.

****************

Publicações

Partes ordinárias da Missa

Partes próprias da Missa

Anúncios