SACRAMENTO DA CONFIRMAÇÃO: RITUAL

sacrament4

O ritual da Confirmação tradicional tem essencialmente a mesma estrutura desde os tempos patrísticos, como se pode ver no testemunho de Santo Hipólito no texto anterior. Semelhante estrutura também se conservou no rito reformado por Paulo VI.

A Crisma não se pode ser administrada dentro da Missa, mas, como tradicionalmente se faz, é realizado antes dela que lhe segue imediatamente. A cerimônia é bastante simples e curta, constando das seguintes partes:

  • saudação: o Bispo saúda os crismandos e faz alguns versículos de cunho impetratório a fim de preparar suas almas para o recebimento do Espírito Santo;
  • imposição das mãos: gesto suplicante pela descida do Divino Paráclito, tendo como finalidade deste ato o perdão dos pecados e a salvação eterna;
  • Confirmação: a unção e a imposição de mãos individual, matéria mesma do Sacramento; após isso o crismado é soldado de Cristo e por isso o Bispo dá um leve tapa no seu rosto: tem agora o dever de suportar pacientemente toda sorte de sofrimentos e injúrias em defesa da Fé;
  • orações: pedido a Deus que a nova descida do Espírito Santo sobre os fiéis lhes seja frutuosa, lembrando que Aquele a Quem receberam é o mesmo Espírito que foi dado aos Apóstolos e seus sucessores;
  • bênção: por fim, reza-se o Credo, o Pai nosso e a Ave Maria e a cerimônia termina coma bênção pontifical.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s