A “TENTAÇÃO” DE JESUS

fb4e6832405af64276c2b2e9fea

«Foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo demônio».

Assim começa o Evangelho do I Domingo da Quaresma. Nosso Senhor quis Se permitir ser “tentado” pelo Diabo. A tentação teve por tática uma gradação ascendente de vilania e baixeza.

A primeira delas foi a tentação dos prazeres, à qual Nosso Senhor combate com amortificação e a temperança: «Nem só de pão vive o homem». Assim Ele nos mostra como vencer a concupiscência da carne (gula, luxúria e preguiça).

A segunda  foi a tentação à vanglória, aos elogios e ao reconhecimento, mesmo que seja às custas de Deus. A ela Nosso Senhor combate com a justiça e a humildade: «Não tentarás ao Senhor, teu Deus». Assim Ele nos mostra como vencer a soberba da vida (orgulho, inveja e ira).

A terceira – e última – foi a tentação mais vil; a ela o Diabo não inicia com “Se és filho de Deus”, pois aqui propõe que ele seja adorado no lugar de Deus. A esta Nosso Senhor combate com a religião e a liberalidade: «Adorarás ao Senhor, teu Deus, e só a Ele servirás». Assim Ele nos mostra como vencer a concupiscência dos olhos (avareza).

Aprendamos, pois, com o Divino Mestre que a todas as tentações rebate com as palavras da Sagrada Escritura. Aprendamos, também, com o próprio Diabo que usa a Sagrada Escritura para tentar ao Verbo Encarnado. Assim, o Evangelho tem por lição final mostrar-nos que até a Palavra de Deus pode servir de queda sem a correta interpretação que só pode ser dada pela Igreja Católica, única instituída por Cristo, qual Esposa irrepreensível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s