MULTIPLICAÇÃO DOS PÃES: ALEGRAI-VOS

5125871296_1c376813a4_o

«Alegrai-vos, Jerusalém; regozijai com alegria, que em tristeza tendes sido, para que exulteis e vos sacieis dos peitos de vossas consolações».

Por que a Santa Igreja inicia a Missa do IV Domingo da Quaresma com essas palavras? De fato, o órgão pode ser tocado, o roxo dá o espaço para o róseo (a mitigação da austeridade) e as flores podem ornar o altar.

No dia anterior, a Liturgia nos apresenta a pecadora flagrada em adultério. A lei mandava que fosse apedrejada, mas o Senhor disse:

Quem não tiver pecado, atire a primeira pedra (Jo 8,7).

E depois acrescentou:

Onde estão os que te acusavam? Ninguém te condenou? (…) Vai e não tornes a pecar (Jo 8,10s).

Este maravilhoso Evangelho tem total conexão com a Missa de hoje: a nova Jerusalém é feliz, porque é livre, ensina São Paulo na Epístola, não é como a antiga, escrava da lei. Alegrai-vos, pois agora nossa Redenção se aproxima e perto está liberdade para a Caridade do Evangelho. Não mais a tristeza do pecado (a lei, de fato, nos mostrava o bem, mas não dava condições de fazê-lo), mas a alegria dos Santos, sepultados com Cristo pelo Batismo e ressuscitados, com Ele, pela graça.

Assim quer a Igreja nos lembrar da conversão, motivo primeiro da Quaresma (um texto sobre isso aqui).

*

É sinal da alegria deste domingo os paramentos róseos. Além de ser uma mitigação do roxo, no dia de hoje, as primeiras rosas da primavera floriam, mostrando, de modo definitivo, o fim do inverno e a proximidade do verão.

Outro motivo da alegria peculiar deste domingo de Quaresma é que, outrora, os catecúmenos faziam seu ingresso à Igreja (rito ainda existente mesmo no Batismo das crianças, que se inicia fora da Igreja). Assim, irrompe o Introito no Salmo:

Alegrei-me nisto, que me foi dito: à casa do Senhor iremos.

Outra nota peculiar de hoje, pela aproximação da Páscoa, os judeus já se preparavam para irem a Jerusalém (cf. Antífona da Comunhão). Por isso, nas Matinas, a Santa Igreja fala da revelação de Deus a Moisés, na sarça ardente (admirável figura da intemerata virgindade da Mãe de Deus). Já se aproxima a libertação dos hebreus, pois que Ele já envia Moisés, figura do Cristo, para libertá-los.

Também nós somos convidados a irmos para casa do Senhor e, lá, encontrá-lO: na Divina Eucaristia, admirável Sacramento da presença real de Jesus Cristo em Corpo, Sangue, Alma e Divindade. O Evangelho nos remete a isso, quando narra a multiplicação dos pães. Este Pão do Céu que é já uma antecipação da glória da nova [e santa!] Jerusalém (Epístola). Este Pão que nos firma na penitência pelos pecados (Evangelho do sábado). Este Pão que é já o anúncio do fim do inverno (róseo dos paramentos)

O arrefecimento da severidade quaresmal tem outra razão: por um lado, já chegamos à metade da quaresma; por outro, a Igreja entrará num estado ainda mais penitente em que a Liturgia tornar-se-á ainda mais sóbria, pois se aproxima o Tempo da Paixão, pelo qual somos convidados a nos unirmos ao Senhor que se prepara para o Calvário.

De fato, a Paixão é necessária para se chegar à Ressurreição. Só vive a alegria da primavera se se passa pelo frio do inverno; o valor e a gratidão pelo resgate da “liberdade para a qual o Cristo nos resgatou” (cf. Epístola), só vêm à mente daqueles que sofrem com o peso da cruz das concupiscências.

Sigamos os conselhos da Igreja, aproximemo-nos da Santíssima Eucaristia, Pão multiplicado a todos os católicos, mas não como aquele povo que viu neste milagre apenas seu bem material, querendo fazer de Cristo um solucionador dos problemas materiais.

Com alegria “iremos à casa do Senhor” para sermos “saciados dos peitos das divinas consolações” (cf. Introito) que são, como antecipação do céu, a Eucaristia. Assim saciados espiritualmente conseguirmos fazer companhia a Ele nas agonias da Semana Santa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s